• Equipe Paka-Tatu

Lançamento do livro de José Raimundo Trindade




LANÇAMENTO DO LIVRO A “AGENDA DE DEBATES E DESAFIOS TEÓRICOS: A TRAJETÓRIA DA DEPENDÊNCIA E OS LIMITES DO CAPITALISMO PERIFÉRICO BRASILEIRO E SEUS CONDICIONANTES REGIONAIS”

José Raimundo Trindade (Org.)

O professor José Raimundo Trindade do Instituto de Ciências Sociais Aplicadas (ICSA) lança virtualmente no dia 10/04/2020 (sexta-feira) às 19h o seu mais novo livro “AGENDA DE DEBATES E DESAFIOS TEÓRICOS: A TRAJETÓRIA DA DEPENDÊNCIA E OS LIMITES DO CAPITALISMO PERIFÉRICO BRASILEIRO E SEUS CONDICIONANTES REGIONAIS”, pela Editora Paka-Tatu.


A decisão de fazer o lançamento virtual se dá em função da política de isolamento social.

Esta obra não tem somente o objetivo de expor a Teoria da Dependência Marxista (TDM), seu objetivo é mais amplo: busca primeiramente desenvolver a critica radical ao processo de desenvolvimento capitalista periférico brasileiro, porém estabelecendo chaves de interpretação para três elementos fortes do atual momento de crise social em que nos inserimos:


i) o aprofundamento radical das condições de periferização da economia brasileira no novo quadro geopolítico mundial, bem como sua interação com as demais economias e sociedades latino-americanas;


ii) a caracterização das dinâmicas regionais do atual padrão econômico baseado na exportação agrária e mineral e, consequentemente;


iii) estabelece elementos para análise do padrão de reprodução do capital de especialização exportadora, fator contraditório e paradoxal considerando as características estruturais da sociedade brasileira. Fica sempre a pergunta: é possível uma economia baseada somente no agronegócio e extração mineral sustentar uma sociedade complexa de mais de 200 milhões de pessoas?




A divisão internacional do trabalho estabelece três zonas na economia mundial: o centro, a semiperiferia e a periferia, sendo que essa divisão aparece funcional para garantir a apropriação de riqueza pelos centros e novos-centros, permitindo o desenvolvimento do capitalismo nas regiões de liderança tecnológica e o subdesenvolvimento (em condições de dependência) nas regiões de menor progresso tecnológico. Numa era em que o controle financeiro e tecnológico se mistura as crises ambientais e sanitárias, como a que hoje vivenciamos com o COVID-19, os aspectos de análise de subordinação geopolítica entre nações se materializa em um ponto de debate e conhecimento centrais para se pensar a América Latina, o Brasil e a Amazônia inseridos nesta disputa global.



O livro que ora segue o convite a leitura está composto de sete capítulos: no primeiro capítulo se introduz uma agenda de debates com vistas ao desenvolvimento da teoria marxista da dependência, considerando os elementos de restabelecimento de um superior grau de subordinação da sociedade brasileira e latino-americana aos EUA; no segundo capítulo se estabelece a análise das alterações na economia brasileira e as contradições de um padrão de reprodução baseado no agrário e na extração mineral com vistas a exportação; o capítulo três problematiza os aspectos regionais e a forma como as economias subnacionais se inserem neste padrão de reprodução de especialização primária exportadora; o capítulo quatro introduz o debate da relação entre a economia e sociedade brasileira e seu papel subimperialista no contexto latino-americano; o capítulo cinco problematiza as vulnerabilidades externas regionais, buscando inserir o espaço regional no amplo debate das alterações estruturais da economia brasileira; o capitulo seis desenvolve e retorna ao debate clássico entre Marini e Cardoso, construção discursiva que se torna mais importante ainda neste momento de enorme crise e transição da sociedade brasileira após o golpe de 2016; por fim, no capítulo sete se desenvolve a análise critica desta fundamental categoria explicativa do padrão de reprodução do capital assentado nas “terras brasilis” que é a superexploração da força de trabalho.


Esta obra é um esforço conjunto do Observatório Paraense do Mercado de Trabalho (OPAMET) e do Programa de Pós-graduação em Economia (PPGE/UFPA), sendo o professor José Raimundo Trindade professor da disciplina “Teoria da dependência e dinâmica do desenvolvimento em países periféricos” junto ao PPGE, da qual resultou parcela dos artigos aqui apresentados, além de coordenar o OPAMET.


O valor dos livros vendidos será destinado à República do Emaús, enquanto ato de solidariedade às ações de ajuda aos mais atingidos pela Crise do Covid-19.


Expediente:

Lançamento Virtual (Live) do Livro “AGENDA DE DEBATES E DESAFIOS TEÓRICOS: A TRAJETÓRIA DA DEPENDÊNCIA E OS LIMITES DO CAPITALISMO PERIFÉRICO BRASILEIRO E SEUS CONDICIONANTES REGIONAIS”.

Organização e autoria José Raimundo Trindade. Editora Paka-Tatu, 2020.


Local: Facebook do Observatório Paraense do Mercado de Trabalho [Acessar]

Data: 10/04/2020

Horário: 19h

Duração da Live: 30 minutos.

0 visualização
Informações
Outros serviços